sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Belém ganhou mais de 30 linhas de ônibus na gestão Duciomar Costa

11/06/2010 - Agência Belém - Thiago Melo - Comus

O transporte público coletivo da capital paraense ganhou o reforço de mais de 30 novas linhas de ônibus desde 2005, início da atual gestão municipal. Atualmente, cerca de 160 linhas atendem Belém e Região Metropolitana. E para garantir que os roteiros atendam um número maior de usuários, a Companhia de Transportes do Município de Belém (CTBel) faz um trabalho permanente de avaliação e, quando necessário, de reorganização dessas linhas.

De acordo com o coordenador de transportes da CTBel, Walter Campos, “a implantação de novas linhas e roteiros é um procedimento regular” do órgão, que visa melhorar o transporte público coletivo não apenas nas áreas menos atendidas, como também onde há maior fluxo de ônibus e se faz necessária uma redistribuição das linhas já existentes. 

Além de garantir a atualização freqüente das linhas, a CTBel, a pedido do prefeito Duciomar Costa, está regulamentando a Transuni, uma nova empresa de transporte coletivo formalizada por motoristas que atuavam no transporte clandestino. A empresa irá operar com 150 microônibus em 25 linhas. A característica deste novo serviço será a interligação entre bairros, deixando para os ônibus convencionais as rotas que conduzem ao centro da capital.

Esses novos itinerários foram definidos após um estudo feito pelos técnicos da Companhia em vários bairros de Belém. A partir da análise de fatores socioeconômicos eles identificaram as áreas mais carentes de transporte coletivo, entre as quais os distritos de Outeiro e Mosqueiro, onde essas novas linhas também deverão circular. A idéia, afirma Campos, é descentralizar o transporte coletivo, que antes da gestão Duciomar Costa era caraterizado pela condensação, com a maioria das linhas convergindo pra o centro da cidade.

Somente este ano, a CTBel já criou mais sete roteiros para linhas já existentes no bairro do Castanheira. Em São Brás também foram implantados novos roteiros, assim como nos bairros localizados ao longo e nas adjacências da Rodovia Augusto Montenegro. Para desafogar o fluxo de ônibus no centro comercial, quatro linhas metropolitanas foram desviadas. Além deste, novos estudos estão sendo feitos para eliminar os gargalos existentes no trânsito da capital.